Declaração de Bruno Dias, Deputado do PCP à Assembleia da República

As MPME enfrentam problemas graves e, no essencial, não tiveram acesso aos apoios anunciados pelo governo

Ver vídeo

''

Esta quarta-feira, aqui em frente à Assembleia da República, a Confederação Portuguesa das Micro Pequenas e Médias Empresas levou a cabo esta concentração reunindo micro e pequenos empresários representantes de vários sectores, vários ramos de actividade do nosso país que estão confrontados com problemas sérios.

Estamos a falar de um vastíssimo sector que enfrenta problemas graves e que tem passado ao lado do essencial das respostas e das medidas têm sido anunciadas e aprovadas por parte do governo.

Estas medidas que o governo levou a cabo tem servido de uma forma muito desigual, mais as grandes empresas e os grupos económicos do que as micro e pequenas empresas que, no essencial, não tiveram acesso aos apoios, que não tiveram acesso às linhas de crédito, não tiveram acesso às medidas que tem vindo a ser faladas que mas que não chegam ao concreto.

Por parte do PCP, desde a primeira hora que nós temos estado sistematicamente apresentar propostas e medidas concretas e construtivas que poderiam já estar avançar com respostas para os problemas destes sectores neste momento.

Algumas dessas medidas foram aprovadas e têm vindo a ser gradualmente implementadas, mas estamos muito aquém da aprovação e da concretização do conjunto vasto de soluções concretas que apresentamos. É preciso continuar a afirmar a importância concreta que este sector das micro, pequenas e médias empresas representa e que não pode continuar a ser carne para canhão dos monopólios.

>
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • MPME
  • PME