Voto de Solidariedade

Solidariedade com Tekbar Haddi

Tekbar Haddi realizou uma greve de fome, em frente ao consulado do Reino de Marrocos em Las Palmas de Gran Canaria, onde reside, em protesto pelo assassinato de um dos seus filhos, Mohamed Lamine Haidala, de 21 anos, nos territórios ocupados do Saara Ocidental.

Mohamed Lamine Haidala foi vítima de uma agressão por um grupo de colonos marroquinos, em El Aaiun. Após a agressão foi levado para a prisão, onde não teve cuidados médicos. Mohamed Lamine Haidala viria a falecer uns dias depois a 8 de Fevereiro de 2015.

Tekbar Haddi, deslocou-se a El Aaiun para ver o corpo do seu filho, pedir a realização de uma autópsia, a investigação das circunstâncias do assassinato e a realização do funeral do seu filho, o que lhe foi negado.

Esta situação representa uma grave violação dos direitos humanos e a negação do direito desta mãe poder realizar um funeral digno ao seu filho.

Assim, a Assembleia da República reunida em sessão plenária no dia 3 de julho delibera:

1. Manifestar a sua solidariedade com Tekbar Haddi que tem o direito de dar ao seu filho, Mohamed Lamine Haidala, um funeral digno;
2. Instar ao apuramento das circunstâncias do assassinato de Mohamed Lamine Haidala e à penalização dos seus responsáveis.

Assembleia da República, 3 de Julho de 2015

>
  • PCP
  • Assembleia da República
  • Votos