Audiência com o Presidente da República

Recebido hoje pelo Presidente da República, Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP, sublinhou à saída do encontro que os resultados de 4 de Outubro expressam uma clara condenação do governo PSD/CDS e da sua política dos quais é necessário retirar ilações políticas e institucionais. Perante a existência de uma base institucional para outras soluções governativas que impeçam PSD/CDS de formar governo e prosseguir a sua política de desastre, exploração e empobrecimento foi reafirmado que o PCP rejeitará na AR o programa de um governo PSD/CDS que venha a ser presente.

Jerónimo de Sousa reafirmou que “há uma maioria de deputados que constituem condição bastante para a formação de um governo de iniciativa do PS, que permita a apresentação do programa, a sua entrada em funções e a adopção de uma política que assegure uma solução duradoura”. Considerando que “PSD/CDS não têm à partida condições reunidas do ponto de vista de suporte parlamentar para que seja Passos Coelho a ser indigitado como Primeiro-Ministro”, o Secretário-Geral sustentou que “nenhuma razão institucional objectiva pode justificar essa indigitação, que a acontecer seria comprovadamente uma perda de tempo”.

>
  • Regime Democrático e Assuntos Constitucionais
  • Central