Conferência de Imprensa, Paulo Sá, Deputado, Lisboa

Sobre a Reforma do IRS

Em conferência de imprensa, Paulo Sá afirmou que a reforma do IRS na chamada fiscalidade verde apresentada pelo governo, não vem aliviar a brutal carga fiscal introduzida em 2013 sobre os trabalhadores, enquanto continua a favorecer o grande capital por via da redução da taxa de IRC.

Inclui Vídeo

Nota da Juventude Comunista Portuguesa

JCP saúda a luta dos Estudantes do Ensino Secundário e Básico

A JCP apela que os estudantes continuem a luta nas suas escolas e nas ruas em defesa da escola a que temos direito: Pública, Gratuita e de Qualidade! Que continuem a lutar pela demissão deste Governo, que não serve os interesses da juventude portuguesa, que continuem a luta pela construção de uma política alternativa, que coloque os valores de Abril no futuro de Portugal.

Nota do Gabinete de Imprensa dos Deputados do PCP ao PE, Estrasburgo

Orçamento comunitário para 2015 não responde aos graves problemas económicos e sociais na UE

Os deputados do PCP ao PE rejeitam a lógica restritiva e as prioridades definidas neste Orçamento, corroboradas pela maioria do PE, e defendem ser necessário assegurar os meios financeiros suficientes para uma real coesão económica e social, que promova o desenvolvimento económico sustentável e o emprego, que dê combate aos altos níveis de desemprego, à pobreza, à exclusão social e às desigualdades de rendimento na UE.

Conferência de Imprensa, João Oliveira, Presidente do Grupo Parlamentar, Paulo Sá, Deputado, Lisboa

Apreciação geral do OE 2015

Em conferência de imprensa realizada hoje na Assembleia da República, dando nota da apreciação geral ao OE 2015, João Oliveira afirmou que esta proposta confirma a impossibilidade de resolver os graves problemas nacionais com que estamos confrontados. O desafio que se coloca a todos os democratas e patriotas é, pois, o de juntar forças e garantir a convergência para a derrota deste Governo, a ruptura com a política de direita e construção de uma política alternativa verdadeiramente ao serviço do povo e do País.

Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral

Encontro com a CNA

No final do encontro com a Confederação Nacional da Agricultura, Jerónimo de Sousa revelou as preocupações da CNA relativas à questão dos preços à produção e do seu escoamento e afirmou que no quadro da política patriótica e de esquerda, que o PCP defende, os pequenos e médios agricultores têm um papel e um lugar a desempenhar no desenvolvimento da nossa economia.

Inclui Vídeo

Conferência de Imprensa, Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral

Sobre a reunião do Comité Central do PCP

Nesta sua reunião de hoje, o Comité Central do PCP analisou a situação do País e aspectos da situação internacional, avaliou a acção tendo como objectivo a ruptura com a política de direita e a concretização de uma alternativa patriótica e de esquerda, o desenvolvimento da luta e da acção do Partido.

Inclui Vídeo

Intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP, Alcácer do Sal, Comício «A Força do Povo por um Portugal com Futuro»

Intensificar a luta, construir um Portugal mais justo, solidário e desenvolvido!

Na sua intervenção, no comício em Alcácer do Sal, Jerónimo de Sousa reafirmou que Portugal não está condenado à inevitabilidade de prosseguir as mesmas políticas e o mesmo caminho que conduziram o País ao atraso e que, com o PCP, os trabalhadores e o povo, é possível construir uma política alternativa, patriótica e de esquerda, que retome os valores de Abril e dê cumprimento ao projeto de progresso e justiça social que a Constituição da República Portuguesa consagra!

Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral

Encontro com a CPPME

No final do encontro com a CPPME, Jerónimo de Sousa afirmou que a reunião teve o objectivo de conhecer melhor a realidade das micro, pequenas e médias empresas e afirmar uma alternativa política de convergência de todos os sectores antimonopolistas para combater o empobrecimento dos trabalhadores e a destruição das micro, pequenas e médias empresas.

Inclui Vídeo

Intervenção de Paulo Sá na Assembleia de República

PCP propõe a renegociação da dívida, a preparação para a saída do euro e o controlo público da banca

Na abertura do debate em torno do Projecto de Resolução do PCP que propõe a renegociação da dívida, a preparação do país para a saída do euro e o retomar do controlo público da banca, Paulo Sá afirmou que esta proposta aponta um rumo alternativo à atual política de exploração, empobrecimento e desastre nacional, que defende os interesses dos trabalhadores, do povo e do país e liberta o país dos seus atuais constrangimentos, abre caminho ao crescimento económico e ao progresso social.

Inclui Vídeo

Declaração de João Oliveira, Presidente do Grupo Parlamentar

"60% das famílias portuguesas não vão sentir nenhum desagravamento dos impostos com esta reforma"

Em reacção às medidas anunciadas pelo governo para a reforma do IRS e da Fiscalidade Verde, João Oliveira afirmou que estas medidas vão contra aquilo que são os interesses dos trabalhadores e do povo, contra a necessidade de redução da carga fiscal, agravando assim a vida de milhões de portugueses.

Inclui Vídeo

Declaração de Paulo Sá, Deputado

"Este é um orçamento de empobrecimento, de exploração e de desastre que tem de ser derrotado"

Na reacção após a entrega da proposta de Orçamento do Estado para 2015, Paulo Sá afirmou que este é o orçamento da continuação da política da troika, de empobrecimento dos trabalhadores, dos reformados e pensionistas, dos jovens e dos desempregados, de favorecimento do grande capital, de continuação do ataque às funções sociais do estado.

Inclui Vídeo

Intervenção de Paula Santos na Assembleia de República

"A responsabilidade da redução da natalidade não é das famílias, é do Governo"

No debate realizado hoje na Assembleia da República sobre proteção das crianças, das famílias e promoção da natalidade, Paula Santos afirmou que hoje ter filhos “não é um direito, é um privilégio”, concluía o Inquérito à Fecundidade de 2013. Constituir família e ter os filhos que se deseja não é para quem quer, é para quem pode.

Inclui Vídeo

Intervenção de Jorge Pires, membro da Comissão Política do Comité Central, Barreiro, Sessão Pública «O controlo público do Sector Financeiro e de empresas estratégicas»

O sector financeiro e as empresas estratégicas têm de estar ao serviço de um verdadeiro desenvolvimento

O debate realizado, não só confirma a actualidade do tema - “O controlo público da banca e de empresas estratégicas” -, como deu um importante contributo para o aprofundamento da análise do Partido sobre a evolução da situação económica e social do País.

Inclui Vídeo