PCP solidário com a luta dos trabalhadores do Grupo Águas de Portugal

Uma delegação do PCP esteve, como sempre, junto dos trabalhadores da AdCL (Águas da Região de Aveiro), do Grupo Águas de Portugal, que realizam hoje um dia em greve, expressando a sua mais profunda solidariedade com esta justa luta por aumentos salariais, valorização das carreiras, 35 horas para todos, uniformização de direitos e a atribuição do suplemento de insalubridade, penosidade e risco.
Para o PCP o aumento geral dos salários é um factor fundamental não só para a melhoria das condições de vida dos trabalhadores, mas também para combater a recessão e dinamizar o mercado interno, para desenvolver o país. Por isso mesmo, tem vindo recorrentemente a propor na Assembleia da República o aumento geral dos salários e a fixação do Salário Mínimo Nacional nos 850 euros. Acresce que, o PCP propôs que neste contexto sanitário todos os trabalhadores dos serviços considerados essenciais tivessem um suplemento remuneratório de 20% - proposta inviabilizada por PS, PSD, CDS, IL e CH.
O actual contexto evidenciou ainda mais as condições de risco, de penosidade e de insalubridade que milhares de trabalhadores da Administração Local e da Administração Central enfrentam, diariamente, no seu trabalho e demonstrou bem a urgência de se garantir o suplemento de penosidade, insalubridade e risco e demais compensações. Pela luta dos trabalhadores e a intervenção do PCP foi, após mais de 30 anos, finalmente possível efectivar no Orçamento do Estado para 2021 a efectivação do direito ao suplemento de insalubridade, penosidade e risco. Medida esta que corresponde a um importante avanço, apesar de ainda insuficiente nos valores, restritiva uma vez que não contempla a totalidade dos trabalhadores que trabalham nestas condições e de remeter para as autarquias locais a sua aplicação. Importa referir, que todas as Câmaras da CDU aplicaram já o suplemento e isto tem um significado profundo, agora coloca-se a necessidade conseguir esse objectivo de tomar todo o universo de trabalhadores que estão sujeitos à penosidade e à insalubridade veja também reconhecido esse direito. Só com a luta organizada dos trabalhadores será possível garantir e conquistar direitos. Os trabalhadores podem sempre contar com o PCP, que continuará a se bater pela defesa dos seus direitos e pela concretização das suas justas aspirações.
Aveiro, 11 Junho de 2021